Notícia

Aula Magna de Enfermagem aborda a humanização no atendimento ao paciente

Publicado dia 03/04/2018 às 09:00

Na noite da última quarta-feira (28), o anfiteatro da Fadep foi palco da Aula Magna do curso de Enfermagem, que, neste ano, recebeu a enfermeira Thaís Dal Molin, profissional com 33 anos de experiência nas áreas de saúde pública, administração hospitalar e docência, que falou sobre a importância da humanização do atendimento por parte dos profissionais da área. A escolha do tema, conforme a coordenadora do curso de Enfermagem, Professora Gisele Mafassera, justifica-se diante da necessidade de conscientizar os acadêmicos de que a verdadeira essência da enfermagem é o ato de cuidar. Para a professora, “muitas vezes, no dia a dia, nos tornamos mecânicos em nossas atividades, esquecendo de tratar o outro de uma forma mais humana, com mais qualidade na assistência. Nesse sentido, é fundamental fazer com os profissionais e futuros profissionais da enfermagem entendam que a qualidade na assistência não está no tempo dispensado aos pacientes e sim na qualidade que prestamos a escuta, a fala e a intervenção”.


A mesma opinião é compartilhada pela Professora Thaís Dal Molin, para quem, embora pareça redundância falar sobre humanização no atendimento, é fundamental lembrar que “o objeto de trabalho da Enfermagem é o ser humano”. Com essa perspectiva, Thaís entende que “o estabelecimento do vínculo com o paciente se dá muito mais pela escuta, pelo toque e pelo olhar, do que propriamente por questões técnicas, muitas vezes feitas de forma mecânica, sem qualquer interação com o paciente”. Reiterando que o profissional da saúde está presente nas histórias de vida de seus pacientes, a palestrante lembrou aos presentes que “a atenção, o respeito, o carinho e a empatia fazem toda a diferença no atendimento”.


A proposta de um atendimento que coloque o ser humano em primeiro lugar também foi muito bem recebida pelos acadêmicos. Para Eloise Silva, acadêmica do 9º período do curso de Enfermagem, “a palestrante realmente conseguiu seu objetivo, tocar o coração de todas as pessoas que a estavam assistindo. Com todo seu conhecimento e experiências, resgatou princípios básicos e muito importantes da humanização”. Já Patrícia Hoffmann, do 7º período, que tem em Thaís uma referência profissional na enfermagem, entende que a humanização e a empatia são as primeiras coisas a serem trabalhadas com o paciente. Para ela, “a palestra foi muito proveitosa e interessante pois falou muito sobre humanização que é indispensável para qualquer ser humano e em qualquer situação”.


A larga vivência profissional de Thaís Dal Molin a inspirou para escrever “Crônicas da Vida – Um olhar do Coração”, que será lançado no próximo dia 20 de abril, às 21h, no Teatro Naura Rigon, como parte do evento Livro Ação, do Departamento de Cultura do Município de Pato Branco. No livro, Thaís conta histórias vividas por ela e por seu esposo Gioveni Dal Molin, médico gineco-obstetra, ao longo de suas carreiras. “O livro tem por objetivo o olhar par ao outro, o exercício da empatia e a valorização do que verdadeiramente importa no exercício da profissão e na vida”.

Matéria: Departamento de Comunicação da Fadep