Notícia

Enfermagem realiza aula magna com debate multidisciplinar sobre parto humanizado

Publicado dia 12/03/2019 às 06:36

Instituída em 2003 pelo Governo Federal, a Política Nacional de Humanização (PNH), também conhecida como HumanizaSUS, transformou as práticas humanizadas de gestão e atenção nos modos de cuidar em uma política permanente em relação à saúde pública. Com efeito, as diretrizes propostas à época pelo Governo Federal foram ampliadas para os mais diversos segmentos da área, incluindo as práticas relacionadas à assistência da enfermagem ao pré-natal e ao puerpério. As práticas humanizadas, a propósito, estão bastante presentes nas disciplinas e atividades do curso de Enfermagem da FADEP, que, com o propósito de estabelecer uma discussão sobre o tema, teve a humanização do parto como temática de sua aula magna, que marcou a retomada do período letivo do primeiro semestre.

Para discorrer sobre o processo de humanização da assistência a partir de diferentes perspectivas, participaram do debate o médico Igor Augusto Chiminácio, a fisiterapeuta Denize Rodrigues Penteado, a enfermeira Rosita Maria do Couto e a psicóloga Jéssica Griebler, que abordaram a temática proposta para o evento a partir de suas experiências profissionais e campos de atuação.

Na visão da professora Heidy Dall Orto Hellebrandt, coordenadora adjunta do curso de Enfermagem, o encontro, realizado no formato sala de debates, proporcionou não apenas o aprofundamento do tema, como também a valorização de todos os profissionais envolvidos. “Buscamos abordar o tema a partir de uma discussão multidisciplinar, na qual convidamos profissionais de diferentes áreas ligadas à saúde, como a medicina, a enfermagem, a psicologia e a fisioterapia, com o propósito de possibilitar o reconhecimento da importância de cada especialidade, para proporcionar uma assistência adequada à mulher, desde os estágios iniciais de sua gravidez até o puerpério, a partir de um trabalho conjunto e multidisciplinar”, concluiu Heidy.