Notícia

Acadêmicos de Psicologia participam de atividade com bombeiro voluntário em Brumadinho

Publicado dia 22/03/2019 às 06:23

Na noite da última quinta-feira, 20, acadêmicos da disciplina de Análise Experimental do Comportamento, do 3º período do curso de Psicologia, tiveram a oportunidade de presenciar a aplicação de vários dos conceitos trabalhados em sala de aula em uma convidada muito especial, a cadela Brida, que, juntamente com seu treinador, o soldado bombeiro João Carlos Alves, do 2º Subgrupamento de Bombeiros Independente de Pato Branco, participou recentemente dos trabalhos de resgate das vítimas da tragédia de Brumadinho. O convite partiu da titular da disciplina, professora Isadora Primo Moreira, que, a partir dos experimentos realizados no laboratório de informática, onde os alunos utilizam um rato virtual para a aplicação de conceitos que, em suas palavras, são “universais para todas as espécies de animais, tanto não humanos, quanto humanos”, procurou demonstrar a efetividade dos trabalhos realizados em de forma simulada em uma situação real e com outra espécie de animal.

“O treinamento da Brida, conforme ficou demonstrado, é realizado aplicando os conceitos de Análise Experimental do Comportamento, o que possibilita o desenvolvimento de um repertório de comportamentos bastante significativo para o animal”, destacou Isadora, lembrando que foram estes comportamentos que fizeram com que a atuação de Brida junto à área da tragédia de Brumadinho permitisse o resgate de vítimas e corpos. O ponto alto do encontro ficou reservado não apenas para o relato sobre a atuação de Brida no recente episódio de rompimento da barragem, como também para a demonstração de situações de salvamento, nas quais a cadela, sob o comando de João, realizou o resgate das vítimas, papéis desempenhados por alguns dos acadêmicos presentes.


Na avaliação da professora Isadora, a atividade demonstrou a importância de muitos dos conceitos inerentes à Análise Experimental do Comportamento, no que diz respeito à suas aplicabilidades em relação a situações capazes de promover a solidariedade e de minimizar os efeitos de tragédias ou situações de risco.