Notícia

Inventum 2019: FADEP e entidades revelam os vencedores do Hackathon com alunos do Ensino Médio

Publicado dia 11/11/2019 às 03:09

Na noite de sábado (09/11), a programação do FADEP Square, o estande externo da Faculdade de Pato Branco (FADEP) na Inventum 2019, contou com a revelação dos vencedores do “Hackathon - Saúde e Bem-estar da Pessoa Idosa”, promovido juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal de Assistência Social, com apoio da Secretaria Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Foram 24 horas de imersão visando a criação de soluções inovadoras voltadas à qualidade de vida da terceira idade. Na ocasião, o grupo formado por alunos do Ensino Médio, estudantes do Colégio Estadual de Pato Branco – Premen, apresentaram quatro propostas de plataformas digitais voltadas aos idosos. A ideia vencedora foi o “Tindoso”, alternativa que visa aproximar pessoas idosas com interesses comuns, para diminuir a solidão na terceira idade.

A gestora da Coordenação de Pós-graduação, Pesquisa, Extensão e Inovação (COPPEX), professora Ma. Marielle Sandalovski Santos, falou sobre a importância de momentos de integração entre o Ensino Superior e o Ensino Médio, bem como com professores e empresários da área de tecnologia da informação, para o desenvolvimento local e regional.

“O futuro da sociedade está na tecnologia e na inovação e este foi um momento de conexão, voltado à qualidade de vida e bem-estar social. Uma instituição de ensino como a FADEP, só existe por atuar na sociedade e por estar junto à comunidade, pois, assim, compartilhamos experiências e nos fortalecemos juntos”, enfatizou Marielle.

O coordenador do Núcleo de Inovação, Empreendedorismo, Mobilidade Acadêmica e Internacionalização (NIEMAI), professor Me. Justino Fontenelle Craveiro Neto, pontuou a qualidade dos projetos apresentados. “Foi muito gratificante acompanhar a evolução das equipes e o alinhamento para definição das ideias. Com certeza, foi um momento único para a FADEP e para os participantes, o que demonstra a viabilidade de mais ações nesse sentido”, destacou.

Para a diretora geral da FADEP, Kelen Beatris Lessa Mânica, o “Hackathon - Saúde e Bem-estar da Pessoa Idosa” confirmou o papel social da Faculdade, por meio da união com o poder público. “Esta foi mais uma confirmação do potencial que esses jovens têm, por isso, o nosso papel enquanto Instituição de Ensino Superior é oportunizar essas experiências. Agradecemos ao poder público e a todos os parceiros que tornaram essa iniciativa possível, pois a nossa alegria e o motivo do nosso trabalho, no dia a dia, é vivenciar o brilho nos olhos das pessoas, diante das possibilidades oportunizadas pelo conhecimento e pela inovação”, enfatizou.

Experiência única

Leonardo de Souza, 21 anos, é egresso do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da FADEP e fez parte da equipe vencedora. Ele avaliou positivamente a integração com alunos de Ensino Médio. “Principalmente por envolver esses jovens na área da tecnologia e programação. Fiquei muito surpreso com o desempenho deles e, principalmente, pela oportunidade de pensarmos em desenvolver um aplicativo voltado à pessoa idosa, pois vi a aplicabilidade da ideia e a adesão, principalmente por parte da minha avó”, contou.

Flávio Alves da Silva, 16 anos, aluno do Colégio Estadual de Pato Branco, contou que o “Tindoso” busca o relacionamento interpessoal entre os idosos, justamente para diminuir a solidão e os malefícios à saúde gerados pela falta de socialização. “Eu nunca tinha feito nada do gênero. Fomos divididos em grupos, tivemos a oportunidade de compartilhar as nossas ideias com pessoas que possuem mais experiência, foi uma vivência ótima. Quero agradecer a todos que acreditaram na nossa ideia, aos nossos mentores e à FADEP pela oportunidade. Quero muito, no futuro, participar de mais momentos como este”, contou.

O Hackathon

Os grupos foram formados, ainda, por acadêmicos e egressos da FADEP. A iniciativa foi coordenada pelo Núcleo de Inovação, Empreendedorismo, Mobilidade Acadêmica e Internacionalização (NIEMAI) e contou com a colaboração de professores e alunos da FADEP, além de mentorias de profissionais do Núcleo de Tecnologia e Inovação (NTI) e Sudovaley.

Os grupos e projetos propostos foram: Health Keeper, uma plataforma digital para acompanhantes de idosos em situações do dia a dia, tais como idas ao mercado, consultas médicas, entre outros; Saúde e alegria, plataforma online para oportunizar a inserção do idoso em diversas atividades de inclusão social; Tindoso, plataforma que visa aproximar pessoas idosas, para diminuir a solidão; Health Challenge, plataforma para diminuir a ociosidade e a falta de companhia para os idosos, estimulando atividades físicas.

Os vencedores receberão apoio da Pré-Incubadora da FADEP para desenvolver o projeto, em que terão consultoria e acompanhamento para tirar a ideia do papel. O grupo também ganhará uma viagem à Brasília, viabilizada pela deputada federal Leandre Dal Ponte, além de R$ 200,00 para cada integrante.

------------


Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação da FADEP

Fotos: Alan Winkoski, acadêmico do 6º período de Publicidade de Propaganda da FADEP.