Notícia

Usina solar da FADEP entra em operação

Publicado dia 31/10/2019 às 10:18

Com o novo sistema, 75% do consumo de energia da Faculdade passa a ser renovável, confirmando a implantação da segunda maior usina solar do Sudoeste do Paraná


Desde a última terça-feira (30/10), está havendo a operação integral dos 1.128 painéis solares instalados na Faculdade de Pato Branco (FADEP). Com isso, 75% do consumo de energia da Faculdade passa a ser renovável. Isso confirma a FADEP enquanto uma das primeiras Instituições de Ensino Superior da região a adotar a geração de energia fotovoltaica, possuindo a segunda maior usina solar do Sudoeste do Paraná.

A operação integral, de toda a estrutura, iniciou após aprovação da Copel. No entanto, o trabalho iniciou em agosto, com a instalação dos painéis fotovoltaicos nos telhados do estacionamento de ônibus, Laboratórios de Saúde e Comunicação, Ginásio de Esportes, Clínica de Saúde, bloco N e cantina. Ao todo, os painéis abrangem 2.301 metros quadrados, alcançando a potência de 372,24 kWp, condição que oportuniza a geração de 41.643 kWh ao mês e 499.712 kWh ao ano.

De acordo com o coordenador do curso de Engenharia Elétrica da FADEP, Me. Ricardo Bertoncello, a postura sustentável também representará uma economia expressiva para a Faculdade. “A nossa estimativa é de uma redução de 75% da fatura mensal de energia elétrica. Isso, para a FADEP, é um avanço muito significativo”, frisa.

Ricardo lembra que a usina representa, ainda, um laboratório a céu aberto, que a partir de agora pode ser utilizado para pesquisas acadêmicas. “Colocamos à disposição dos nossos alunos, de forma efetiva, um laboratório a céu aberto. Com todo o sistema instalado, nossos alunos têm condições de analisar a energia que está sendo gerada, verificar a eficiência dos painéis e inversores, realizando uma análise em termos de radiação solar, entre outros, obtendo muitos dados para pesquisas e trabalhos de conclusão de curso”, destaca.

A diretora geral da FADEP, Kelen Beatris Lessa Mânica, salienta que a instalação da usina solar contempla o planejamento de estruturação física que está sendo executado desde o início do ano. “Temos um planejamento permanente de investimentos voltados à infraestrutura, que contempla diversas melhorias na estrutura do campus, abrangendo salas de aula, estacionamentos, áreas de uso comum, laboratórios, além da aquisição de novos equipamentos, visando modernizar e otimizar as atividades pedagógicas. Nesse sentido, também desempenhamos o nosso papel social, a partir de uma postura sustentável, voltada à preservação do meio ambiente”, enfatiza.

Com o sistema adotado pela FADEP, ao longo de 25 anos de operação, a Faculdade poderá evitar a emissão de 6.372.671 kg de CO2, equivalente ao CO2 gerado por um carro 1.0 rodando 3.600.379 km. Essa redução de emissão de CO2 é equivalente ainda ao plantio de 11.708 árvores.

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação da FADEP

Fotos: Alan Winkoski, acadêmico do 6º período de Publicidade de Propaganda da FADEP.